Entenda por que o Palmeiras decidiu “doar” Gabriel Veron ao Porto

0

O Palmeiras está perto de concretizar a venda de Gabriel Veron para o Porto, de Portugal. Os portugueses pagarão 10 milhões de euros (aproximadamente R$ 55 milhões) pelo atacante, sendo 80% do valor destinado aos cofres do Verdão. Em breve, o jogador viajará para a Europa para realizar exames médicos e assinar o contrato.

Os valores envolvidos na negociação, no entanto, não agradaram uma boa parte dos palmeirenses. Nas redes sociais, os torcedores entenderam que a diretoria alviverde praticamente cedeu a promessa da base do clube que tinha uma multa rescisória de 60 milhões de euros (R$ 333 milhões).

Porém, alguns fatores influenciaram na baixa quantia aceita pelo Verdão. O primeiro deles é o histórico de lesões do atacante, que, por essa razão, não conseguiu se firmar no time principal. 

Um segundo ponto é que o jogador não está mais na mira de grandes clubes europeus. E isso se deve a questões como comportamento fora de campo e aspectos psicológicos.

Dessa forma, o Palestra precisou diminuir as expectativas em relação ao atleta que foi eleito o melhor jogador do Mundial Sub-17, em 2019, e se preocupou em garantir uma fatia maior que os 60% que possuía dos direitos dele.

Gabriel Veron deixa o Palmeiras com 7 taças conquistadas

Embora não tenha se firmado no profissional e nem conseguido corresponder às expectativas criadas em torno do seu futebol, o camisa 27 deixa o Allianz Parque com grandes títulos no currículo.

Aos 19 anos, Veron deixa o Allianz Parque tendo conquistado Campeonato Paulista (2020 e 2022), Copa Libertadores (2020 e 2021), Copa do Brasil (2020) e Recopa Sul-Americana (2022).

Na temporada, o atleta disputou 35 jogos, marcou dois gols e distribuiu seis assistências. No geral, entrou em campo 97 vezes com o manto palestrino e balançou as redes em 14 oportunidades.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.