Palmeiras tem data para pôr o dedo na cara da CBF e cobrar explicações

0

Nesta terça-feira (26), a presidente do Palmeiras Leila Pereira irá à sede da CBF participar de uma reunião com a Comissão de Arbitragem. O encontro contará com os dirigentes dos 40 times das Séries A e B do Campeonato Brasileiro para falar sobre o cenário atual da arbitragem. A mandatária alviverde, porém, quer mais explicações.

Segundo informação do setorista Thiago Ferri, do ‘GE’, após a reunião, Leila quer se encontrar pessoalmente com Ednaldo Rodrigues, presidente da entidade máxima do futebol brasileiro para tratar dos erros recentes do VAR nos jogos do Verdão.

O clube está incomodado com a sequência de decisões que compreende terem sido equivocadas.

A reclamação inicial é referente ao grave erro do árbitro de vídeo no Choque-Rei, pela Copa do Brasil. O possível impedimento na origem do lance que terminou no pênalti em Calleri sequer foi checado pela equipe responsável, configurando uma quebra de protocolo.

O possível erro custou a eliminação do Alviverde no torneio, ou seja, prejuízo esportivo e financeiro, pois não receberá a premiação referente à fase seguinte.

Palmeiras também questiona lance contra o Internacional

A vitória do Palmeiras sobre o Inter, no domingo (24), por 2 a 1, evitou maiores polêmicas envolvendo o VAR novamente. 

Em lance no mínimo duvidoso, o gol de Murilo, em sobra de cobrança de falta de Scarpa, foi anulado pelo fato do defensor estar em posição irregular. Entretanto, o que se questiona é se foi usado o frame certo da imagem para se marcar o impedimento. 

Após a partida, Abel Ferreira, inclusive, fez reclamações sobre a jogada e a arbitragem de vídeo como um todo no Brasil.

“Queria ver onde pararam o frame (no gol do Murilo). Só espero e desejo que este campeonato seja resolvido dentro das quatro linhas pelas duas equipes que têm que ser protagonistas, não uma terceira. Espero que o campeonato não seja resolvido pelo VAR nem pelos árbitros, mas pelas equipes”, declarou o português.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.