Dirigente do Verdão frustra a torcida e trava chegada de reforços

0

O Palmeiras segue firme na disputa de todas as competições em 2022. Para obter resultados satisfatórios em todas elas, o Verdão depende de um elenco estruturado e sólido. Segundo os pedidos de Abel Ferreira, faltaria somente a contratação de um centroavante de peso para que o elenco esteja com todas as posições preenchidas com qualidade.

A diretoria se movimentou, na última janela de transferências, para uma contratação que se encaixe nos planos do português, e, por aval do treinador, abriu negociações por diversos jogadores, como Lucas Alário, do Bayer Leverkusen, Pedro, do Flamengo, e Carlos Vinicius, atualmente no PSV, da Holanda, mas nenhuma contratação foi efetivada.

Apesar das expectativas da torcida para que a chegada de um novo camisa 9 aconteça na próxima janela de transferências, um dos dirigentes do clube, em entrevista recente à Rádio Bandeirantes, tratou de esfriar essa euforia pelo reforço. O gerente de futebol, Cícero Souza, pediu para que seja analisado as atuais opções do Verdão nessa equação.

Rony fez seis gols nos últimos dez jogos, Navarro é o artilheiro da Libertadores, Gabriel Silva é uma pérola que a gente tem dentro de casa, Endrick fará 16 anos em julho. A gente olha para dentro e fora. Externar e criar expectativas, só devem acontecer com responsabilidade“, declarou o dirigente.

Dirigente quer Verdão equilibrado

O dirigente ainda fez questão de usar seu espaço para comentar sobre aspectos que julga importantes, e por isso as contratações devem ser bem analisadas e sem pressa.

“A maior responsabilidade que temos que externar é a manutenção do Palmeiras forte por mais alguns anos. Isso só vai existir, se o Palmeiras for equilibrado, técnica e financeira, independentemente da posição que quiser contratar ou não”, completou Cícero Souza. A resposta foi divulgada inicialmente pelo blog do jornalista Alexandre Praetzel.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.