Verdão chega próximo da meta de valor arrecadado em vendas em 2022

0

Manter a estrutura e elenco do Palmeiras não é uma missão fácil e a diretoria do clube trabalha nos bastidores para acertar as contas. Para fechar mais um ano bem, o Verdão deu um grande passo nos últimos dias, chegando perto do valor que foi estipulado para arrecadação em vendas de atletas durante toda a temporada, apenas em julho.

No total, o Palestra já arrecadou 86% dos valores que precisava em vendas, e algumas negociações de outros times deram uma boa força para que o time atingisse esse número. Com as vendas de Gabriel Jesus ao Arsenal e Miguel Borja para o River Plate, tudo parece que vai terminar em dia nas contas do alviverde.

Como clube formador do brasileiro e dono de uma porcentagem do seu passe, o Verdão recebeu pouco mais de 7% envolvendo a negociação do craque. O time paulista lucrou 3,19 milhões de libras, o que equivale a R$ 20,57 milhões. Já por Borja, o Palmeiras vendeu sua parte do atleta, que chegava aos 50%, arrecadando 3,25 milhões de dólares, R$ 17,7 milhões.

Verdão quase bate a meta em vendas

Só com as duas últimas negociações, que não envolviam diretamente o Palmeiras, foram recebidos, ao todo, R$ 38,3 milhões. Nos números totais alcançados pelo Verdão em vendas nos primeiros seis meses do ano, o clube alcançou a marca expressiva de R$ 114,5 milhões arrecadados, o que deve ser o suficiente para deixar as contas do time em dia.

No total o time precisa ter R$ 133 milhões de lucro com as negociações, faltando cerca de 14% disso, menos de R$ 20 milhões. Além das citadas, o Palestra também teve lucro nas negociações de Patrick de Paula com o Botafogo, Borja com o Junior Barranquilla. Além de outros negócios em que tinha porcentagens de atletas, como Fernando e Pedrão.

Enfim, se gostou do conteúdo não deixe de acessar com frequência o Portal do Palmeirense e nos seguir no Instagram.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.