Palmeiras toma rápida atitude para garantir bolada por Borja

0

O Palmeiras acertou a venda do centroavante Miguel Borja para o River Plate. O colombiano está na Argentina, foi aprovado nos exames médicos, posou com a camisa do novo clube e aguarda os detalhes para ser anunciado. Para garantir que o negócio se concretize, a diretoria alviverde tomou uma atitude.

Segundo informação do repórter Danilo Lavieri, do ‘Uol’, o Verdão já enviou toda a documentação necessária ao River a fim de garantir que os argentinos depositem os US$ 3,5 milhões pelo jogador.

Ao todo, o clube de Buenos Aires desembolsará US$ 7 milhões (R$ 36,5 milhões). Detentor de 50% dos direitos econômicos do atleta, o Alviverde receberá aproximadamente R$ 19 milhões. A outra metade será do Junior Barranquilla, dono da outra metade dos direitos do jogador.

Na semana passada, a negociação havia sido dada como encerrada. Isso porque o River não conseguiria arcar com o pagamento da transferência devido a crise econômica na Argentina. Os ‘Millonarios’, entretanto, encontraram uma saída e estão próximos de anunciar o jogador.

Palmeiras ainda ficará no prejuízo

Para contratar Miguel Borja, em 2017, o Verdão pagou, ao todo, 48 milhões de reais, sendo parte da quantia paga pela Crefisa.

No entanto, a contratação mais cara da história do clube virou um fracasso. Por essa razão, o jogador foi emprestado algumas vezes, teve parte dos direitos vendidos ao Junior e agora será negociado em definitivo.

Com os R$ 39,3 milhões conseguidos pelo colombiano no fim das contas, o Verdão recupera parte do dinheiro gasto, mas ficará no prejuízo.

Dentro de campo, o camisa 9 fez 36 gols em 112 partidas disputadas no período pelo Alviverde, e foi artilheiro da Libertadores de 2018, com 9 tentos.

Enfim, se gostou do conteúdo não deixe de acessar com frequência o Portal do Palmeirense e nos seguir no Instagram.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.