Leila Pereira recusou jogador apontado como substituto de Veron, diz jornalista

0

A presidente do Palmeiras, Leila Pereira, resolveu não abrir conversas a respeito de uma negociação pelo atacante Paulinho, do Bayer Leverkusen, da Alemanha. Segundo o jornalista André Hernan, durante live do canal ‘Camisa 21’, no YouTube, o jogador foi oferecido ao Alviverde, que recusou.

“O Leverkusen chegou a oferecer o jogador para o Palmeiras, que preferiu não abrir negócio. Agora, os alemães estão analisando primeiro as propostas da Europa. Para o Vasco, é um sonho“, revelou Hernan.

O jogador de 22 anos tem contrato com o clube alemão até junho de 2023, mas já comunicou que não deseja permanecer. Ele tenta uma rescisão ou uma negociação para outra equipe.

Cogita-se que o Bayer pede 5 milhões de euros (aproximadamente R$ 27,5 milhões) para liberá-lo. Há também a possibilidade de um empréstimo com o salário sendo pago integralmente pelo novo time do atleta.

Em quatro temporadas no velho continente, o brasileiro disputou 72 partidas e marcou oito gols. Ele era apontado no Verdão como um possível substituto para Gabriel Veron, vendido ao Porto, de Portugal.

Leila Pereira tem outras prioridades no Palmeiras

Faz pouco tempo que o Alviverde contratou dois jogadores para o setor ofensivo, o que, de certa forma, inviabilizava a chegada de Paulinho. Flaco López e Miguel Merentiel são as novas opções para a posição de centroavante do time de Abel Ferreira.

Dessa forma, a prioridade do Verdão no mercado é a contratação de um meia-atacante, já pensando na saída de Gustavo Scarpa, que assinou pré-contrato com o Nottingham Forest, da Inglaterra, e deixará o clube ao fim da temporada.

Uma possível aquisição é Bruno Tabata, de 25 anos, do Sporting, de Portugal. De acordo com as últimas informações, a direção palestrina negocia a forma de pagamento para fechar a contratação do jogador.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.