Dirigente da CBF faz ataque indireto ao Palmeiras e revolta torcida

0

O Palmeiras vem travando uma guerra nos bastidores do futebol com a CBF desde os erros de arbitragem que estão prejudicando e muito o clube na temporada. Principalmente depois do vexame na Copa do Brasil, com erros sucedidos que levaram à eliminação do Palestra para um dos seus maiores rivais, o São Paulo.

Desde então, Abel Ferreira e os dirigentes do clube vem se manifestando publicamente com indignação com a situação, o que vem gerando certo ambiente de desconforto nos bastidores do futebol incluindo o clube e a federação, fazendo também com que algumas respostas indigestas voltem, mesmo após a CBF admitir os erros que levaram à eliminação do Verdão.

Wilson Seneme, responsável pela arbitragem na CBF, deu entrevista recente para o Uol Esporte, falando sobre a preparação dos árbitros. Porém, o dirigente do órgão máximo fez alguns comentários ácidos sobre as “estratégias” dos clubes em meio ao caos que vive a arbitragem brasileira, e ele parece ter se direcionado ao Palmeiras em sua fala.

“O ambiente não pode estar contaminado. Porque existe uma estratégia clara de muitos clubes de fazer guerra fora do campo. E não é só uma guerra com a arbitragem. É guerra com tudo. Investimento, força, poder. Os árbitros têm que se afastar disso, reconhecer o que tem que melhorar para colocar em campo o melhor trabalho possível”, disse.

Palmeiras cobra a melhora dos árbitros

Wilson Seneme falou sobre um novo sistema que vai ser adotado. “O sentido da intertemporada é avaliar o primeiro semestre. Dentro dessa avaliação estão as reuniões que fizemos com clubes e federações. É transformar isso em instrução para os árbitros no segundo semestre. É o momento que terminou o primeiro turno e começou o segundo. Queremos fazer ajustes necessários na instrução”.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.