Jornalista se manifesta após ser demitido por xingar técnico do Verdão

0

Paulo Morsa foi demitido da Rádio Transamérica nesta terça-feira (15) após críticas e ofensas ao treinador do Palmeiras, Abel Ferreira. O jornalista se manifestou e pediu desculpas.

Ao UOL, Paulo Morsa se desculpou com Abel, com o Palmeiras e com os seus torcedores.

“Peço desculpas pelas palavras proferidas ao treinador da Sociedade Esportiva Palmeiras, Abel Ferreira. Em momento algum quis ofender a instituição e o treinador, utilizei equivocadamente as palavras naquele momento, peço desculpas também, a todos que se sentiram ofendidos em minha declaração”, disse.

Paulo Morsa xingou treinador do Verdão ao vivo

Durante o programa ‘Papo de Craque’, o jornalista atacou a pessoa do técnico palmeirense e foi duramente criticado nas redes sociais.

“Não estou dizendo que ele é mau treinador. Não falei isso. Estou falando que ele como ser humano é uma desgraça, um idiota. Ele é um idiota. Ele é um boçal. Ele não tem educação. Ele é arrogante, ele é prepotente, como ser humano. Não estou falando como técnico de futebol, que ele sabe fazer. Com time bom ou ruim, o esquema dele de retranca será sempre o mesmo”, disparou.

Ao saber do ocorrido, Leia Pereira proibiu a assessoria de imprensa do Palmeiras de atender a rádio enquanto Morsa fizesse parte do quadro de funcionários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.