Torcedores do Palmeiras foram vitimas de racismo na Libertadores

0

O Palmeiras venceu mais uma partida na Copa Libertadores da América, mas, mais uma vez, o que teve destaque não foi o jogo em si, mas sim insultos racistas que torcedores do Verdão sofreram no Equador, durante a noite dessa quarta-feira. Atos racistas já tinham marcado o jogo do rival Corinthians, na terça-feira, pela competição.

“Macaco! Macaco! Você é macaco!”, foram as palavras ditar pelo torcedor do Emelec flagrado cometendo atos de racismo durante a partida. As ofensas foram destinadas aos torcedores do Palmeiras presentes no estádio.

O Palestra se manifestou em suas redes sociais repudiando o ataque. “A Sociedade Esportiva Palmeiras se solidariza com os seus torcedores que foram vítimas de ofensas racistas durante o jogo disputado nesta quarta-feira em Guayaquil, no Equador.

É inaceitável que no ambiente do futebol ainda tenhamos de conviver com manifestações tão rasteiras. Lamentamos profundamente esse episódio e esperamos que as autoridades competentes tomem as devidas providências para que cenas assim não mais se repitam. Basta!”, disse a nota.

Palmeiras segue 100% na Libertadores

O Porco passou por cima dos atos racistas cometidos pela torcida adversária e somou mais um resultado positivo na Copa libertadores da América. O clube ganhou do Emelec por 3 a 1 nessa quarta-feira, com gols de Rony, Gabriel Veron e Breno Lopes.

O time tem 100% na competição, ocupando a primeira colocação do grupo A do continental. O Palestra tem 9 pontos, 15 gols marcados e apenas um sofrido. Rafael Navarro é o artilheiro do time, com 6 gols feitos apenas nas duas primeiras partidas da competição.

A boa fase continua dentro de campo. Atualmente o alviverde segue se distanciando do segundo colocado do grupo A da competição continental. O clube ainda acumula mais partidas sem perder fora de casa, estabelecendo o recorde maior na competição.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.