Técnico do Verdão crava o que não quer que ocorra com Raphael Veiga

0

Raphael Veiga não foi convocado novamente para a Seleção Brasileira, mesmo com muitos o apontando como um dos melhores jogadores do Brasil atualmente. O fato de Tite não ter chamado o meio-campista foi um dos assuntos mais comentados na semana, inclusive o treinador do Verdão, Abel Ferreira, falou sobre isso.

Eu não sou treinador da Seleção e nem quero ser. Sou muito novo para isso. Mas respeito muito o trabalho do selecionador. Já disse ao Veiga que tudo acontece no tempo de Deus. O que mais me impressiona como treinador e vejo também em grandes clubes da Europa, não são os gols que ele marca, não são os pênaltis, não são os dribles, ele é um jogador completo“, disse.

O depoimento aconteceu depois do jogo da Copa do Brasil de meio de semana, quando o Palmeiras venceu o Juazeirense por 2 a 1. O treinador português também não poupou elogios à Raphael Veiga durante sua fala.

Não é só ele, mas o que mais me impressiona nele é o compromisso que ele tem. Ele é um jogador robusto e o que peço é que não o vendam. Se for para a Seleção, é consequência. Mas que não o vendam para outro clube. Se ele mantiver essa regularidade, quero que continue muitos anos no Palmeiras“, declarou.

Raphael Veiga fala depois de não ser convocado novamente

Além de torcedores e comentaristas, Raphael Veiga também comentou sobre sua não convocação, e também sobre a vontade que tem de vestir a amarelinha, como a realização de um sonho para o jogador do Palmeiras.

Eu tinha e ainda tenho expectativas de ir para a Seleção. Isso é um sonho, assim como ganhar a Libertadores e a Copa do Brasil também são sonhos. Todos esses eu tenho realizado. Por isso, acredito que o sonho da Seleção também irei realizar. (…) É legal o reconhecimento da torcida e me mostra que estou no caminho certo”, disse.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.