Palmeiras quita valor milionário com Leila Pereira, mas ainda deve muito

0

Grande parceira do Palmeiras nos últimos anos, a Crefisa emprestou dinheiro ao clube para fazer algumas contratações. Com o auxílio da patrocinadora, por exemplo, o Verdão pôde contratar Dudu, Deyverson e Miguel Borja. O valor emprestado, porém, precisa ser devolvido e ainda há uma quantia considerável para pagar.

Em 2021, sob a gestão de Maurício Galiotte, o Alviverde conseguiu pagar à patrocinadora R$ 47 milhões. Esse dinheiro seria, em parte, de premiações pagas ao clube pela empresa, mas que o antigo presidente optou por abater na dívida total. Com a conquista da Libertadores, exemplificando, seriam pagos 12 milhões de reais em bônus pela conquista.

Além da premiação dos títulos, o dinheiro teve origem em repasses de parte dos valores de transferẽncias de jogadores realizados na temporada.

O Verdão não revela qual é o tamanho da dívida atual com a Crefisa. Entretanto, segundo informou o jornalista Jorge Nicola, em seu canal no YouTube, ela gira em torno de R$ 100 a 120 milhões.

Ou seja, ainda há um alto valor a ser pago pelo clube à patrocinadora até que a dívida seja quitada.

Dívidas do Palmeiras

Na temporada, o Palmeiras reduziu a dívida de curto prazo para R$ 229 milhões, o que foi importante para aliviar as finanças. Afinal, o clube precisou reorganizar as contas, pois vinha de anos de gastos com contratações.

No total, o Alviverde tem uma dívida de R$ 511 milhões. No entanto, a alta arrecadação – R$ 911 milhões em 2021 – tranquiliza a situação.

Em 2021, o Verdão teve um superávit de R$ 123 milhões, o que faz da atual situação financeira do clube confortável.

Enfim, se gostou do conteúdo não deixe de acessar com frequência o Portal do Palmeirense e nos seguir no Instagram.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.