Palmeiras teve pênalti não marcado contra o São Paulo, revela juiz

0

Apesar de ter saído vitorioso do clássico no Morumbi, o Palmeiras foi prejudicado na partida contra o São Paulo, na noite desta segunda-feira (20). Segundo o ex-árbitro Sandro Meira Ricci, na transmissão do Premiere, Rony sofreu penalidade em lance com o goleiro Jandrei, infração que sequer foi recomendada pelo VAR ao árbitro.

“Houve a penalidade. O Rony chega primeiro na bola, e depois ele toca na bola, tira do Jandrei, e o Jandrei acaba o atingindo na perna direita. Para mim houve a penalidade”, afirmou Sandro, que estava na Central do Apito da transmissão do clássico.

O lance, porém, não foi assinalado por Anderson Daronco, dentro de campo, nem por Rodrigo Guarizo do Amaral, responsável pelo VAR.

Antes do Choque-Rei, aliás, a arbitragem de vídeo sofreu modificações. Por conta dos erros em Inter x Botafogo, Rafael Traci e Helton Nunes foram substituídos por Rodrigo Guarizo do Amaral e Vitor Carmona Metestaine. A mudança, como foi visto, não surtiu efeito e os erros quase determinaram mais um resultado no Brasileirão 2022.

Palmeiras sofreu um gol de mão

Embora tenha citado a jogada do pênalti não marcado em Rony, Sandro Meira Ricci deixou passar o gol de mão feito pelo São Paulo, que abriu o placar do Choque-Rei.

Segundo o ex-árbitro, no lance, a bola bateu no peito de Patrick antes de parar no fundo da rede de Weverton. Argumento esse que vai contra a imagem do lance.

Ao contrário do que disse o ex-árbitro, a imagem do gol são-paulino mostra de forma nítida que a bola bate primeiro no peito do jogador e pegaria para uma direção contrária a meta palmeirense se não houvesse um toque com o braço.

O lance foi validado e só não prejudicou o Alviverde, pois o time conseguiu mais uma virada histórica na competição e venceu por 2 a 1.

Enfim, se gostou do conteúdo não deixe de acessar com frequência o Portal do Palmeirense e nos seguir no Instagram.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.