Palmeiras amarga marca deprimente por 5 oportunidades seguidas

0

Se o torcedor do Palmeiras tem algo para se queixar do time na era Abel Ferreira é do desempenho em disputas de pênaltis. Na noite desta quinta-feira (14), o Verdão foi eliminado da Copa do Brasil, pelo São Paulo, em mais um insucesso nas penalidades máximas.

Durante os 90 minutos, Raphael Veiga já havia desperdiçado uma cobrança, que poderia ter classificado a equipe no tempo normal. Na decisão de pênaltis, Veiga, o primeiro a bater, errou novamente, e na quinta batida foi a vez de Wesley chutar para o goleiro Jandrei defender.

O revés nos pênaltis para o rival foi o quinto consecutivo do Verdão. O último triunfo foi sobre o Corinthians, na final do Campeonato Paulista de 2020, sob o comando de Vanderlei Luxemburgo. Desde que Abel assumiu, foram só derrotas.

As 5 derrotas seguidas do Palmeiras em disputa de pênaltis:

  • São Paulo – quartas de final da Copa do Brasil 2022;
  • CRB – terceira fase da Copa do Brasil 2021;
  • Defensa y Justicia – final da Recopa Sul-Americana 2021;
  • Flamengo – final da Supercopa do Brasil 2021;
  • Al Ahly – disputa do 3º lugar do Mundial 2020.

Verdão caiu nos pênaltis, mas foi superior

O Palmeiras foi melhor que o rival em grande parte dos 90 minutos, principalmente no primeiro tempo. Os dois gols feitos (Piquerez e Raphael Veiga), foram pouco pelo o que foi produzido pelo time, que ainda perdeu um pênalti com Veiga.

Somente aos 24 minutos da segunda etapa o cenário mudou. A penalidade inexistente marcada pelo árbitro e convertida por Calleri colocou a equipe de Ceni na partida.

O time sentiu o golpe e o jogo ficou mais aberto. Mas, mesmo assim, na trocação, o Palestra por pouco não chegou ao terceiro gol.

Agora, o foco se volta para o Brasileirão. Na segunda-feira (18), às 20h, o Palmeiras recebe o Cuiabá, no Allianz Parque, pela 17ª rodada.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.