Negócio de Borja pode melar e Verdão perderá dinheiro

0

O Palmeiras pode estar perto de perder um bom dinheiro com uma negociação prestes a ser desfeita. Miguel Borja estava prestes a ser vendido para o River Plate, gerando um bom lucro ao Verdão, que ainda possui 50% dos direitos econômicos do jogador. O resto do passe do centroavante pertence ao Junior Barranquilla, da Colômbia, clube pelo qual o atleta atuou nas últimas temporadas.

Na negociação, o Palestra receberia cerca de R$17 milhões do clube argentino, porém, a crise da Argentina que vem se agravando parece ter melado o negócio. Por nova determinação, os métodos de compra de dólar do país foram restringidos, aumentando o preço da moeda. Com isso, o River teria que pagar o dobro em pesos para conseguir chegar nas quantias em dólar do negócio.

Essa situação pode complicar e muito a situação do River Plate e dos outros times argentinos no mercado de transferências, mas ainda não há confirmação de que a negociação tenha sido cancelada ou adiada. O Palestra ainda aguarda o recebimento de sua parte na tentativa de recuperar uma parte do valor investido em Borja durante sua contratação e estada no time paulista.

Borja foi uma decepção no Verdão

O jogador foi a contratação mais cara da história do Verdão, custando R$ 50 milhões aos cofres do clube paulista. No entanto, suas atuações não chegaram ao nível dos valores pagos para tê-lo, sendo uma decepção para o torcedor alviverde.

O jogador vinha de uma boa passagem pelo Atlético Nacional, da Colômbia, onde chegou a ser campeão da Copa Libertadores da América, mas, em 2017 foi para o Palestra com status de craque. Sem apresentar bom futebol em campo, foi emprestado para o Grêmio e para o próprio Junior Barranquilla, onde acabou sendo comprado.

Enfim, se gostou do conteúdo não deixe de acessar com frequência o Portal do Palmeirense e nos seguir no Instagram.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.