Gabriel Veron se tornou uma das maiores vendas da história do Verdão

0

O Palmeiras acertou a venda de Gabriel Veron para o Porto, de Portugal, por 10 milhões de euros (aproximadamente R$ 55,7 milhões). Dessa quantia, 80% será destinada aos cofres do clube, cerca de R$ 47 milhões, e outros 10% dos direitos do jogador foram mantidos pensando em uma venda futura.

A negociação nesses valores faz de Veron apenas o sexto jogador mais caro da história do Alviverde. A venda do atacante de 19 anos foi por uma quantia menor que as transferências mais recentes do lateral Matías Viña e do zagueiro Yerry Mina.

Isso acaba explicitando a opinião de muitos jornalistas e torcedores de que o jogador foi negociado por uma quantia muito abaixo do que deveria. Uma das joias da base do clube nos últimos anos, o garoto tinha uma multa rescisória de 60 milhões de euros (R$ 338 milhões).

A venda mais cara da história do Palmeiras segue sendo a de Gabriel Jesus, que foi vendido ao Manchester City de Pep Guardiola por 32 milhões de euros (pouco mais de R$ 121 milhões na época).

Gabriel Veron foi a 6ª venda mais cara do Palmeiras:

  1. Gabriel Jesus (Manchester City, 2016) – 32 milhões de euros
  2. Matías Viña (Roma, 2021) – 13 milhões de euros
  3. Yerry Mina (Barcelona, 2018) – 12,4 milhões de euros
  4. Rivaldo (La Coruña, 1996) – 12 milhões de euros
  5. Flávio Conceição (La Coruña, 1996) – 11 milhões de euros
  6. Gabriel Veron (Porto, 2022) – 10,5 milhões de euros
  7. Róger Guedes (Shandong Luneng, 2018) – 9,5 milhões de euros
  8. Djalminha (La Coruña, 1997) – 9 milhões de euros
  9. Keno (Pyramids FC, 2018) – 8,5 milhões de euros
  10. Roque Júnior (Milan, 2000) – 8,5 milhões de euros

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.