Ex-jogador revela ter ido pro Corinthians por recusa do Palmeiras

0

O ex-volante Magrão, teve uma trajetória no futebol com títulos, mas também com algumas controvérsias, ainda mais envolvendo a rivalidade entre Palmeiras e Corinthians. O jogador foi projetado ao futebol nacional e mundial enquanto atuava pelo Verdão.

Mas depois de voltou de passagem no Japão, Magrão acabou acertando com o alvinegro, o que causou polêmica na época. Durante entrevista ao Podcast “Storicast”, o ex-jogador comentou sobre os motivos que fizeram-no ir para o Corinthians, que também passam por decisão do Palestra.

Em 2006 eu queria voltar ao futebol brasileiro. Recebi uma sondagem do Internacional mas eu queria retornar para São Paulo, pra ficar perto da minha família. Mas primeiro eu queria voltar para o Palmeiras, mas o time não me quis de volta”, declarou o ex-volante.

Ai quando surgiu o assunto de que eu queria voltar, o Corinthians veio. Mas eu liguei para avisar o Palmeiras antes. Eu falei: ‘olha, o Corinthians veio, fez uma proposta… e o diretor na época falou que eu podia ir pra lá. Mas eu liguei pro Palmeiras”, completou.

Família influenciou ex-Palmeiras a ir para o rival

O jogador ainda falou da influência da família na decisão de fechar com o rival do time que o tinha projetado e com o qual tinha boa relação.

Eu liguei pro meu pai e falei: ‘pai, tenho uma proposta do Corinthians’, porque eu tava meio assim né, eu tinha uma boa relação com o torcedor do Palmerias. Ai meu pai falou: ‘vou te contar uma história: o seu avô, antes de morrer, te pegou no colo e falou: ‘esse vai jogar no Timão’. Sabe o que é isso pra sua mãe?’ Ai eu peguei e fui”, explicou.

Magrão ainda falou sobre como a relação com a torcida do Palestra teria ficado estremecida após o ocorrido.

O Palmeiras queria me matar. Porque eu cheguei, já veio um cara da gaviões colocar um boné na minha cabeça: ‘você é gaviões’. Na hora fiquei sem graça e pronto, o telefone não parava. Os caras vinham: ‘filho da p…’, mas não fui eu que puis o boné. Os caras vieram, eu ia falar não?”, declarou.

Enfim, se gostou do conteúdo não deixe de acessar com frequência o Portal do Palmeirense e nos seguir no Instagram.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.