Craque Neto pede para jogador do Palmeiras ser preso

0

Bem ao seu estilo, sem medo de emitir opinião, o apresentador Neto pediu a prisão do zagueiro Renan, durante o programa ‘Os Donos da Bola’, da TV Bandeirantes, desta segunda-feira (25). O jogador, que pertence ao Palmeiras, atropelou um motociclista, que acabou morrendo instantes depois do ocorrido, na última sexta (22).

“Esse país aqui é o país da injustiça, país que não tem lei, país que rico pode ter dinheiro e rico manda ‘nas parada’. O que esse menino Renan fez pra família do rapaz, tem que ficar preso pro resto da vida!”, disse o ex-jogador.

O atleta de 20 anos responderá na justiça por homicídio culposo pela morte de Eliezer Jorge Pena, de 38 anos. Preso em flagrante, o jovem pagou fiança de R$ 240 mil e responderá em liberdade, fato que indignou o apresentador.

“Ele matou um menino de 38 anos que tinha dois filhos. Por R$ 240 mil reais e sai de moral. E ninguém vai falar nada? Ninguém vai dar opinião? Ninguém vai ajudar a família? Tem que ficar preso, não só ele, qualquer um que beba e que mata tem que ficar preso o resto da vida”, concluiu Neto.

Falas de Neto a parte, jogador poderá pegar pena longa pelo crime

Segundo informações, o zagueiro de 20 anos apresentava sinais de embriaguez e teria se recusado a fazer o teste do bafômetro após invadir a contramão e atingir o motociclista, que não resistiu aos ferimentos.

Dessa forma, ele foi indiciado por homicídio culposo, que tem pena de cinco a oito anos. Entretanto, caso o Ministério Público, responsável pela denúncia, entenda que ele assumiu o risco de matar, o crime passa a ser caracterizado como doloso e a pena pode ser de até 20 anos.

A vítima, Eliezer, tinha 38 anos e estava a caminho do trabalho quando foi atingida pelo carro do jogador. O trabalhador deixa esposa e duas filhas pequenas.

O Palmeiras rescindirá o contrato com o zagueiro.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.