Atlético-MG pode tomar W.O contra o Palmeiras?

0

Após o empate no primeiro jogo da ida das quartas de final da Libertadores, entre Atlético-MG e Palmeiras, surgiu o questionamento se o Galo poderia ser punido pela escalação irregular do atacante Pedrinho. E a resposta é negativa, não existe essa possibilidade.

Ex-Corinthians, o jogador teoricamente estaria impossibilitado de entrar em campo no Mineirão, pois havia sofrido uma suspensão quando ainda atuava pela equipe de Itaquera.

Pedrinho levou dois cartões amarelos e foi expulso na eliminação do clube do Parque São Jorge para o Guaraní do Paraguai, em uma das fases preliminares da Libertadores, no dia 12 de fevereiro de 2020, a última vez que o atleta disputou o torneio.

Contudo, de acordo com o Regulamento Disciplinar da Conmebol, as punições e infrações cometidas em uma partida da competição prescrevem em um ano.

Ou seja, o gancho do atacante se encerrou no dia 12 de fevereiro de 2021, um ano após a punição sofrida.

Pouco depois da eliminação corintiana, o jogador foi negociado com o Benfica, de Portugal, e retornou recentemente ao futebol brasileiro para atuar no Galo.

Palmeiras e Galo fazem a partida de volta das quartas de final da Copa Libertadores na próxima quarta-feira (10), às 21h30, no Allianz Parque.

Verdão precisa vencer o Atlético-MG 

Com o 2 a 2 da ida, o Alviverde precisa vencer pelo placar mínimo em casa para avançar para a semifinal da maior competição de clubes das Américas. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis, já que não há o gol qualificado como critério de desempate.

Quem avançar enfrenta Athletico ou Estudiantes na semi. No primeiro jogo, os times empataram em 0 a 0 e decidem a vaga em La Plata, na Argentina.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.