Técnico do Verdão: Abel Ferreira revela drama de sua infância “Já passei fome”

0

Como de costume, Abel Ferreira falou em entrevista coletiva após a vitória do Palmeiras sobre o Atlético-GO, na noite desta quinta-feira (16). Em uma das respostas que deu, o treinador do Verdão revelou que teve uma infância complicada e chegou a passar fome.

“Eu agradeço todos os dias quando eu me deito e quando me levanto. Só por poder respirar, eu sou um homem rico. Para quem não sabe, eu já passei fome. Minha mãe tem terceira classe, meu pai tem terceira classe. Fizeram de tudo para formar eu e a minha irmã”, declarou Abel.

As condições difíceis do começo da vida não saem da cabeça do português, que faz questão de lembrá-las. O treinador ainda destacou princípios que aprendeu em sua trajetória e aplica no dia a dia.

“As pessoas gostam de ver o final, não gostam de ver o processo até chegar aqui. Eu nunca me esqueço quem sou, de onde vim e o trabalho que tive que fazer – e que vou continuar a fazer. Sem respeito, sem disciplina, sem trabalho duro, sem organização e sem ajuda dos outros, você não vai conseguir absolutamente nada. Nem na vida, nem no futebol”, finalizou.

Abel Ferreira é, com mérito, o treinador mais bem pago do país

Hoje, o lusitano é o treinador que tem o maior salário no Brasil. Com a renovação contratual com o Alviverde realizada em março deste ano, ficou acertado o pagamento de 6,7 milhões de euros anuais por parte do clube, aproximadamente R$ 34,9 milhões por temporada. 

Por mês, esse valor é de R$ 2,9 milhões, o que coloca Abel Ferreira à frente de nomes como Vítor Pereira, Turco Mohamed e Rogério Ceni, como treinador mais bem pago do futebol brasileiro.

O português já rendeu 70 milhões de euros (R$ 364,7 milhões) aos cofres do Palestra com premiações. Foram cinco títulos, Libertadores (2x), Copa do Brasil, Paulistão e Recopa.

Enfim, se gostou do conteúdo não deixe de acessar com frequência o Portal do Palmeirense e nos seguir no Instagram.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.