Abel Ferreira critica a educação brasileira “Carece muito na formação do homem”

0

Em coletiva após a eliminação do Palmeiras na Copa do Brasil, nesta quinta-feira (14), Abel Ferreira criticou a formação dos atletas brasileiros. O treinador falou sobre a polêmica envolvendo Gabriel Veron nas vésperas da partida de ontem e apontou a educação do país como fator que afeta o profissionalismo dos jogadores.

“Nossa função, além de ser treinador, é educar. Já disse várias vezes que o Brasil carece muito na formação do homem. Começa na escola e na família. O homem que se é que se triunfa no profissional que se quer ser”, disse o português.

Em seguida, o técnico afirmou que não foi educado para julgar ou condenar os seus atletas. No entanto, precisa haver uma vontade de mudança por parte dos jogadores para evoluírem como homens e profissionais.

“Não sou treinador de pendurar, xingar ou insultar nenhum jogador. Não foi essa educação que meus pais me deram. Eu perdoo, desde que sinta do outro lado a vontade de fazer. Não posso ajudar quem não quer ser ajudado”, concluiu.

Abel Ferreira e comissão conversaram com garotos

Depois do caso de Gabriel Veron, flagrado na balada antes de uma partida decisiva da equipe, Abel e a comissão técnica do Verdão tiveram uma conversa com os jovens jogadores do elenco.

Além dos garotos que já estão no profissional, foram chamados para o bate-papo os jogadores do sub-20, que participam com frequência dos treinamentos na Academia de futebol.

No bate-papo, a comissão alertou as Crias da Academia sobre os comportamentos extra-campo. O ponto principal do papo foi que esse tipo de conduta não agrega em nada na carreira de cada atleta, que está só começando.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.