3 times ainda brigam para tirar joia de R$ 320 milhões do Palmeiras

0

Joia das categorias de base do Palmeiras, o centroavante Endrick é cobiçado por diversos dos maiores clubes do futebol europeu. Na disputa pelo jovem fenômeno do Alviverde, Chelsea, Real Madrid e Barcelona aparecem como principais candidatos a levá-lo.

Conforme informação do jornalista Jorge Nicola, os ingleses se reuniram com a família do jogador há algumas semanas e pretendem fazer uma proposta oficial ao Palmeiras em breve para evitar uma maior concorrência futura. Os ‘Blues’ planejam uma oferta acima dos 30 milhões de euros (cerca de R$ 160 milhões).

Já os espanhóis são apontados como possíveis destinos ao atleta desde o princípio, digamos assim. O interesse da dupla no garoto é especulado há um bom tempo.

Endrick completou 16 anos no dia 21 de julho e assinou o primeiro contrato profissional com o Verdão. Para tirá-lo do Allianz Parque, será necessário desembolsar algo em torno dos 60 milhões de euros (R$ 320 milhões), valor de sua multa rescisória.

Palmeiras pode liberar Endrick por menos

Embora a multa do atacante seja de 60 milhões de euros (R$ 320 milhões), a diretoria alviverde pode negociá-lo por uma quantia menor. Segundo informações, a presidente Leila Pereira não dificultaria uma venda do atacante pelo valor de 40 milhões de euros (R$ 216 milhões).

A saída cedo do jogador do futebol brasileiro é praticamente inevitável. Por isso, a expectativa do torcedor fica por conta de quando ele estreará pelo profissional, já que está à disposição de Abel Ferreira, treinando com o time principal.

Vale lembrar que caso o garoto seja vendido, não sairia da Academia de Futebol agora. Isso porque, como determina a Fifa, os jogadores só podem deixar os seus países para atuar profissionalmente após os 18 anos de idade.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.